A importância dos cuidados diários e da manutenção preventiva nos equipamentos

A importância dos cuidados diários e da manutenção preventiva nos equipamentos

Mais do que ter uma impressora potente e de alta qualidade, independente do segmento de mercado em que você atua, é ter um equipamento que funcione da forma como tem que funcionar. Uma parada não programada de uma impressora é na certa enorme dor de cabeça, com atrasos, prejuízos financeiros e até perda de clientes.

Para evitar ao máximo que isso aconteça, hoje as grandes empresas de impressão estão muito próximas aos clientes, conversando sobre a necessidade de manutenção constante e possíveis reparos. Mais do que isso: já há hoje impressoras tão ligadas ao conceito de Indústria 4.0 que elas possuem o que se chama “manutenção preditiva”, ou seja, quando uma peça ou sistema pode dar falha no futuro, mesmo ainda não sendo um problema potencial, ela já avisa para se fazer o reparo. Vamos falar deste tópico futuramente, assim como da manutenção remota, outra evolução incrível que a pandemia acabou acelerando.

Mas, desta vez, queremos dar dicas bem simples de manutenção do ambiente de impressão. Você perceberá que algumas podem até soar meio “óbvias”, mas muitas vezes exatamente por isso alguns profissionais acabam deixando de lado e só notando a necessidade quando realmente algo ruim acontece. É como o “óleo do motor”: necessário e simples de resolver, mas quase todo mundo já esqueceu e quase se deu mal.

Então, vamos às dicas. E se você quiser que adicionemos alguma aqui, fala pra gente que atualizamos o texto!

 

Tomar cuidado com clima e temperatura

O Brasil é um país com dimensões continentais e a cada canto temos um temperatura diferente. Pior: muitas vezes, dentro do mesmo dia, a variação de temperatura é muito alta. Isso afeta tintas e substratos. Pode não parecer, mas quando é preciso encontrar a cor perfeita, uma variação de temperatura pode ser decisiva para trazer variação de cor.

Então a dica é deixar a impressora sempre em um espaço o mais livre possível de qualquer variação de temperatura, seja externa ou até mesmo de outros equipamentos que possam gerar muito calor. O parque de impressão precisa ser um ambiente sem interferências. E, claro, não deixar nada exposto ao sol e tomar muito cuidado com possíveis falhas na estrutura para, em caso de uma chuva sem previsão, não haver goteiras em cima dos equipamentos.

 

Ver posição dos equipamentos e peças

Seguindo a dica acima, cada equipamento precisa estar muito bem posicionado em seu parque gráfico, livre de qualquer interferência. Isso ajuda tanto o operador quanto à produção correta. Cada peça usada na impressora precisa também ter a sua posição correta - e o seu armazenamento conforme as normas do fabricante.

Poucos sabem, mas gráficas já conseguiram um ganho enorme de eficiência apenas ao “reposicionar” os elementos dentro de seu parque de impressão e há profissionais focados em encontrar estes atalhos.

 

Tomar cuidado com poeira e resto de tinta

Esta é uma das dicas que parecem bem óbvias, mas que muitas vezes a correria do dia a dia ou a falta de cuidado mesmo faz com que problemas apareçam. Pó, poeira e outros elementos são péssimos em um ambiente de impressão, pois afetam diretamente os equipamentos, que não podem sofrer interferência em suas peças. O mesmo vale para restos de tintas de impressões anteriores.

A limpeza precisa ser feita de forma periódica e com cuidado e qualidade. Quando falamos em poeira, por exemplo, não estamos falando só da máquina. Os insumos, como por exemplo as mídias, também precisam estar muito bem armazenados para não pegar poeira e influenciar na passagem da impressora. E, como dito acima, precisam estar bem posicionados dentro do parque de impressão para facilitar o transporte.

 

Cuidado com energia e quedas de energia

Um erro em voltagem ou quedas repentinas de energia podem ser fatais para um equipamento. Por isso é preciso um time especializado para instalação e manutenção dos equipamentos e também de toda a estrutura elétrica da empresa de impressão. Assim, pode-se evitar qualquer problema externo de queda de energia. E, claro, o uso de no-breaks e estabilizadores é essencial neste sentido.

 

Atenção com peças sensíveis como cabeças de impressão

Toda impressora, seja ela um grande equipamento offset, uma impressora digital de gráfica rápida, uma plotter de impressão ou até a impressora que temos em casa, possui peças muito sensíveis que, quando mal manipuladas, podem fazer com que todo o conjunto de impressão não funcione. É uma engrenagem em que cada peça precisa funcionar com perfeição.

O caso mais claro na impressão digital é o das cabeças de impressão, o “coração” de todo sistema. Ela é extremamente tecnológica, mas ao mesmo tempo muito sensível. Ao ficar fora de lugar ou ser manipulada de forma errada, o dano pode ser irreversível. Então todo o cuidado é pouco ao lidar com uma cabeça de impressão.

 

Chão nivelado

Outra dica bem básica mas que é sempre bom ressaltar é que o chão precisa estar sempre perfeitamente nivelado para uso da impressora. O processo de impressão vai oferecer uma trepidação se o chão não estiver perfeito e destruir todo seu trabalho. Então, especialmente quando falamos de equipamentos menores e que se movem com maior facilidade, é bom sempre estar atento a este ponto.

 

Limpeza e manutenção automáticas

Muitas impressoras possuem o sistema automático de limpeza e manutenção. Siga todas as normas dos fabricantes em relação a este ponto para que você sempre tenha o seu equipamento funcionando corretamente e dentro das garantias. Dependendo do mercado, a impressora gera seus próprios relatórios de funcionamento, e neles você pode ver se há variações que chamem atenção.

 

Olhos e ouvidos atentos

Estar sempre de olho na impressora rodando é fundamental para encontrar possíveis problemas e corrigi-los o quanto antes. Então é observar como a impressora vem se comportando. E ouvir também: sentiu que a impressora está com um barulho estranho, um ruído diferente? Pode ser o momento de analisar o que pode estar errado.

 

Tire dúvidas com quem entende

O processo de aquisição de uma impressora compreende também um pós-venda eficiente. Então, sempre que você estiver com dúvidas ou com algum problema em sua impressora, não hesite em contatar o fabricante / representante / distribuidor para relatar o ocorrido. Muitas vezes, pode ser algo simples. E, se não for, certamente as empresas possuem um corpo técnico especializado para sanar todas as suas questões.

 

FESPA Digital Printing

Durante a FESPA Digital Printing, você terá acesso direto às equipes técnicas dos fabricantes dos equipamentos. Isso é importante porque você vai falar diretamente com quem entende cada aspecto do equipamento, para tirar todas as dúvidas antes de fazer a escolha. Nessa conversa você conhecerá esses profissionais, facilitando os contatos futuros em caso de dúvidas ou manutenções. Então a visita é obrigatória! Anote na agenda: de 20 a 23 de março de 2023 no Pavilhão Azul do Expo Center Norte, em São Paulo.