Roland DG fideliza clientes com alta durabilidade dos equipamentos

Roland DG fideliza clientes com alta durabilidade dos equipamentos

A Roland DG vem destacando a durabilidade de seus equipamentos de impressão. Fundada há mais de duas décadas, a Opção Marvin já comprou, até agora, 12 máquinas da Roland. “Em 2014, por exemplo, foi uma RF-640. A garantia do fabricante era de 6 bilhões de shots. Está hoje com mais de 62 bilhões, com tudo original. A cabeça de impressão, que nunca foi trocada, está perfeita, excelente”, conta Marcos Alberto Domingos, fundador da Opção Marvin.

O empresário ressalta que a durabilidade da máquina não se trata de uma exceção. “Possuo outras quatro do mesmo modelo, compradas a partir de 2014, duas delas já estão na casa dos 50 bilhões de shots. A mais novinha, de 2018, superou os 10 bilhões. Todas, em perfeito estado, ultrapassaram, e muito, as projeções iniciais”. Para Domingos, pelo menos duas coisas levam a tamanha eficiência, mesmo depois de tanta atividade: “qualidade da marca Roland e a adequada operação, imprescindíveis para a máquina ir bem além do que você imagina”.

De acordo com Alan Pepe, gerente técnico da Roland DG, o cuidado com os equipamentos sem dúvida nenhuma gera mais economia e excelência no resultado final do trabalho. “É fundamental zelar pelas máquinas e configurar adequadamente a impressora para evitar o desperdício de material e tinta e, ao mesmo tempo, conservar as peças”.

É importante também que operadores novos passem pelo treinamento da assistência técnica da Roland para se certificar de que todos os procedimentos estejam corretos. “Quando o cliente compra o nosso produto, o técnico, além da instalação, fornece todas as informações necessárias, incluindo os dados sobre as manutenções preventivas, os cuidados diários e quinzenais com a máquina, uso do software, dentre outras dicas importantes. Em caso de substituição do profissional, o ideal é que a empresa entre em contato conosco para solicitar treinamento para o novo colaborador”.

Hoje são 52 ATAS (Assistências Técnicas Autorizadas) em todo o Brasil com mais de 100 técnicos. “Nossa meta para todas as ATAS é atender o cliente em até dois dias e fazer o reparo em até duas horas”, conta Pepe. “Na Roland DG o pós-venda é fundamental para fidelizarmos clientes, tanto que fazemos campeonatos internos para contemplar os melhores técnicos”, finaliza.

Outra possibilidade, ao novo operador é fazer um treinamento presencial na Roland Academy, oferecido ao usuário final para cada uma das linhas de produtos. É realizado por especialistas do setor com aplicações teóricas e práticas visando explorar todo o potencial dos equipamentos e softwares Roland.

Para aumentar a durabilidade do equipamento é preciso ficar sempre atento aos seguintes itens abaixo:

- Configuração da impressora e do software, para ver se o material foi instalado corretamente;

- Temperatura adequada e calibração;

- Alinhamento do material;

- Ajuste da espessura do material de acordo com as especificidades;

- Acompanhamento do desempenho da impressão.