Sertha Brindes adapta equipamento em parceria com deficiente físico

Sertha Brindes adapta equipamento em parceria com deficiente físico

Com uma carreira em tecnologia da informação, Fabio Caner, de 41 anos, perdeu o emprego por conta do mercado saturado e decidiu apostar em abrir o próprio negócio. Ao conhecer a Sertha Brindes e a máquina da personalização de brindes da empresa, VICM-19, decidiu investir no equipamento.

Deficiente desde o nascimento, Fabio, que não tem o braço direito, passou a trabalhar com a personalização de brindes, mas não conseguia fazer todas as etapas do processo sozinho e precisava da ajuda da esposa, já que para concluir um produto, é necessário segurá-lo com uma mão, enquanto a outra mão abaixa uma alavanca. “Procurei o Sergio Gotti e junto pensamos em uma alternativa para adaptar minha máquina e eu conseguir concluir todo o procedimento sozinho. Depois de muito estudar, concluímos que uma base com um pedal para que eu pudesse utilizar os pés me faria ter controle e colocar a pressão certa da gravação e ainda segurar o produto na haste com minha mão esquerda”, explicou Fabio.

Com uma média de 300 produtos gravados por dia, Fabio atende empresas de vários segmentos e também buffets com seus brindes personalizados, chegando a faturar entre R$3 mil e R$4500 por mês. “Mas esse é só começo. Trabalho com personalização há apenas um ano e a perspectiva é de crescer e aumentar o faturamento”, conta.

Para Sergio Gotti, sócio da Sertha Brindes e desenvolvedor da VICM-19, sempre foi um sonho poder ajudar uma causa tão importante quanto a inclusão de deficientes físicos no mercado de trabalho. “Atualmente temos cinco máquinas usadas por deficientes físicos e o objetivo é mostrar que eles podem se integrar à sociedade sem precisar depender de ninguém”, comenta.

O empresário tem a proposta de emprestar a máquina para esses deficientes físicos tentarem ganhar seu dinheiro, facilitando a entrada no segmento de marketing promocional e personalização de brindes. “Nós emprestamos a máquina e essa pessoa tenta ganhar seu dinheiro; se não usar, devolve e passamos para outra pessoa, assim o ciclo continua”, explica.

Máquina de personalização

A VICM-19 é máquina de transfer que utiliza papel impresso em impressora laser color convencional e grava mais de 200 objetos como canecas, copos, baldes de pipoca, squeezes, nécessaires entre muitos outros, com qualidade fotográfica a partir de um papel e em quatro segundos.

O produto foi desenvolvido e patenteado por Sergio Gotti, fundador da Sertha e é uma ótima oportunidade para quem deseja empreender e ter o próprio negócio com baixo investimento para atender festas e eventos corporativos, produzindo lembranças, convites e brindes no segmento de foto produto. Um dos maiores diferenciais da empresa é o fato de também fabricar os brindes para serem personalizados, o papel especial e oferecer treinamento para ensinar a usar o equipamento, conferindo toda a estrutura e know how para quem quer começar a produzir em casa ou em um pequeno espaço.