Profissão de aplicador de adesivo é incluída na CBO

Profissão de aplicador de adesivo é incluída na CBO

O setor de envelopamento recebeu uma grande notícia recentemente com a inclusão da profissão de instalador de vinil auto-adesivo na CBO nº 5231-20 (Classificação Brasileira de Ocupações). Com isso, os instaladores agora podem adequar a sua carteira de trabalho e ter uma computação formal de sua experiência.

Para entender mais sobre como foi o processo e qual o seu peso, conversamos com Lael Nazario, gerente comercial da Alltak, empresa que há anos atua para elevar a profissão de instalador e é também presença confirmada na FESPA Digital Printing. Confira a entrevista:

Por que a Alltak decidiu ingressar com o pedido de inclusão da ocupação na estrutura da CBO?

Nós da Alltak estabelecemos um vínculo que vai muito além de fornecer vinil auto adesivo. Nos importamos com os instaladores, investimos na capacitação profissional, no crescimento e expansão do conhecimento e no futuro da profissão por entender que isso resulta no crescimento profissional do instalador e, por consequência, no aumento da confiança por parte do consumidor final, aumentando a demanda do mercado como um todo.

Quanto tempo levou para que o processo fosse concluído?

Iniciamos o contato em outubro de 2019 e, juntamente com o Ministério da Economia, através da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), fizemos todo o processo de pesquisa da profissão, indicamos diversos profissionais - que também contribuíram nas informações pertinentes à atividade, repassamos várias informações do tamanho do nosso mercado para que gerasse o interesse necessário para que o registro fosse relevante para o MTE. Esse processo levou pouco mais de um ano. No final de 2020 tivemos uma videoconferência com a participação da Fipe, do MTE e diversos instaladores, onde concluímos todo o processo de inclusão da profissão da CBO (Classificação Brasileira de Ocupações).

Como foi receber a notícia e qual a importância da profissão ser agora reconhecida?

Recebemos a notícia com uma mistura de satisfação, gratidão e orgulho por fazermos parte disso! Vibramos muito! O reconhecimento oficial da profissão permitirá às empresas do nosso setor registrar seus funcionários da forma correta, dando a estes profissionais o registro formal da sua experiência de trabalho.

Para o instalador, quais os benefícios? Muda algo a partir de agora?

Na prática, para o instalador, a principal mudança é a adequação da carteira de trabalho pelos empregadores e, a partir de então, terão a computação formal da sua experiência devidamente registrada.

Quais são os próximos passos?

Nosso próximo passo será registrarmos esta nova CBO no CONCLA - Comissão Nacional de Classificações para que os profissionais freelancers e novas empresas possam também registrarem seus negócios com um CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) apropriado. Já estamos nesse processo.