• Impressão digital têxtil tem previsão global de crescimento em dois dígitos
11
Jul
2017

Impressão digital têxtil tem previsão global de crescimento em dois dígitos

De acordo com um estudo de 2013 do InfoTrends, a indústria global de impressão digital têxtil vale cerca de US$ 148 bilhões e segue crescendo.

De fato, o valor de vestuário e materiais de decoração têxteis impressos digitalmente e produtos industriais ultrapassa US$ 9 bilhões. Além disso, a previsão para venda de tintas e equipamentos de impressão digital têxtil projeta um crescimento de 39% em 2018.

Quando a FESPA pesquisou sua comunidade global em 2014/2015, publicando os resultados na forma do FESPA Print Census, foi revelado o têxtil como a aplicação com crescimento dominante entre os entrevistados.

As impressoras têxteis apresentaram um destaque nos planos de investimento dos fornecedores de serviços de impressão, com 21% dos entrevistados focando gasto especificamente nesta área, apoiado por 12% planejando adquirir equipamento de transferência térmica. Aplicações têxteis industriais e decorativas também apresentaram forte presença, com 78% dos entrevistados reportando crescimento em têxteis para aplicações de decoração.

Isto também foi refletido na crescente ênfase em têxtil dentro dos corredores da FESPA que ocorreu em Hamburgo, Alemanha, em maio deste ano, onde os visitantes puderam explorar o maior contingente de expositores relacionados ao têxtil já registrado em qualquer evento FESPA até então. O têxtil é a zona de mais rápido crescimento dentro das feiras FESPA. No Brasil, também é possível ver um alto número de expositores no segmento de impressão digital têxtil e iniciativas educacionais, como o Digital Textile Conference e o Sublimation Day.

É claro, a prevalência de têxtil dentro da FESPA não é algo que ocorreu da noite para o dia. A FESPA sediou seu primeiro evento FESPA Digital Textile Conference em Geneva, Itália, em 2008, e lançou a FESPA Fabric em 2010 - depois mudado para FESPA Textile -, o que deu uma casa específica dentro da FESPA para a comunicação e impressão de decoração e vestuário.

Sete anos depois, a FESPA segue como o evento de destino para impressores interessados em tudo de soft signage, impressão de vestuário e têxteis para decoração.

Razões atrás das incursões

O que está despertando este interesse crescente em impressão têxtil na comunidade de serigrafia e impressão digital?

De acordo com o FESPA Print Census em 2015, os substratos têxteis estavam fazendo incursões significativas no espaço de sinalização e gráfico, com 67% dos prestadores de serviços de impressão observando crescimento significativo em soft signage - sinalização leve, com uso de tecidos. No setor de comunicação visual, o aumento do interesse em impressão em têxteis parece decorrer de duas considerações principais: estética e econômica.

Como uma alternativa ao vinil PVC e materiais rígidos, têxteis impressos são mais versáteis e com apelo mais forte aos clientes comerciais. Eles tipicamente consideram a sensação mais suave, mais elegante e mais natural, com o movimento fluído dos têxteis sendo interessante esteticamente - seja para sinalização e gráficos no varejo, hospitalidade ou ambiente de eventos.

Condutores econômicos são naturalmente influentes; substratos têxteis podem ser mais baratos para armazenar e transportar, e podem estar mais prontos para reutilização do que os materiais rígidos. Isto é um interessante atrativo em particular na indústria de eventos, onde designers e construtores de estandes estão vendo o têxtil como uma alternativa flexível e leve que é mais fácil e barata de transportar, construir e desmontar.

Claramente a mudança para a impressão digital têxtil está permitindo também novos níveis de customização e aumento da complexidade do design o qual - juntamente com a vantagem da inerente do digital sobre a rapidez - podem estimular um maior crescimento.

As inovações em tecnologia de produção e substratos são também críticas para o aumento da aceitação dos têxteis. Prestadores de serviços de impressão estão descobrindo que os desenvolvimentos em materiais têxteis podem dar a eles o aumento da capacidade de adicionar aplicações têxteis para os seus portfólios usando os atuais equipamentos de impressão, ao invés de ter que investir em equipamento voltado para lidar com têxteis. Isto permite um grau de experimentação que era inviável há alguns anos.

Vestuários e crescimento

A produção de vestuário é outra área significativa de crescimento e migração do analógico para a produção digital. O FESPA Print Census indicou que 27% dos entrevistados já se envolveram em impressão de vestuário, com 81% vendo crescimento neste segmento, o mais alto de qualquer aplicação crescente.

Digital foi evidente como chave aqui, com mais da metade dos entrevistados esperando que a produção digital de vestuário se torne uma importante alternativa para a tradicional impressão serigráfica dentro de dois anos.

Oliver Luedtke, diretor de marketing EMEA na Kornit Digital Europe, observa que a tendência de imprimir produções com tiragens mais baixas continua, e os pedidos de qualidade seguem altos. Ele também identifica o impacto que os modelos de negócio de web-to-print causam no setor, explicando que os clientes de maior sucesso da Kornit recebem seus pedidos online e trabalham com designs e modelos de negócio que permitam margens acima da média.

Customização em massa com base online tem permitido a muitos usuários entrar em novas áreas de negócio com sucesso, e alcançar melhores taxas de crescimento.

Luedtke afirma a diversidade da indústria da decoração de vestuário, que vão desde negócios de uma única pessoa a operações globais com milhares de funcionários. Alguns conhecem tecidos e vestuário muito bem e precisam expandir seus conhecimentos em tópicos de fluxo de trabalho e pré-impressão digital; outros sabem muito de impressão digital e precisam aprender sobre vestuários e tecidos, que podem ser substratos desafiadores para se trabalhar.

O investimento, particularmente dentro das tecnologias digitais para têxtil, seguem altas na agenda para muitos prestadores de serviços de impressão; na FESPA 2017, havia um número significativo de anúncios de novas soluções de impressão têxtil de muitos fornecedores e desenvolvimentos em soft signage era um tópico dominante de discussão entre os visitantes. Será interessante ver como este crescimento está representado na segunda edição do FESPA Print Census, quando as descobertas serão anunciadas em Berlim 2018.

Fonte: FESPA.com