• Impressora BN-20 da Roland DG traz possibilidades para idosos e cadeirantes
02
Jun
2017

Impressora BN-20 da Roland DG traz possibilidades para idosos e cadeirantes

No Brasil, a disputa cada vez mais acirrada por uma vaga nas empresas e as reformas na previdência adiando a aposentadoria de grande contingente da população podem significar uma preocupação a mais para quem não é tão jovem ou apresenta alguma forma de deficiência.

Segundo pesquisa do IBGE a presença de pessoas com mais de 60 anos no total da população passou de 9,8% em 2005, para 14,3%. Outro destaque do estudo “Síntese de Indicadores Sociais” (SIS) de 2016 foi que o nível de ocupação dos idosos caiu de 30,2% para 26,3%.

Cerca de 24,6 milhões de pessoas, ou 14,5% da população total, de acordo com o Censo 2000, apresentam algum tipo de deficiência. A proporção de pessoas com deficiência aumenta com o passar do tempo, passando de 4,3% nas crianças até 14 anos, para 54% do total das pessoas com idade superior a 65 anos. “A partir da medida que a estrutura da população está mais envelhecida, surge um novo elenco de demandas para atender necessidades específicas deste grupo. Nossos equipamentos, como a BN-20, ajudam a manter em atividade esse contingente ávido por produzir, mas que, infelizmente, em sua grande maioria, ainda se encontra à margem da sociedade diante da falta de oportunidades”, explica Anderson Clayton, gerente de marketing da Roland DG Brasil.

Solução - Medindo apenas 99cm de altura com o pedestal, a impressora BN-20 com recorte integrado, da Roland DG, é uma opção para quem deseja trabalhar, mas não conta com muito espaço ou mobilidade. Compacta e de fácil manuseio, a máquina pode ser operada com a pessoa sentada. Produz rótulos, decorações de janelas e ambientes internos, etiquetas, adesivos, reproduções fotográficas, cartazes com efeito metálico, brindes para festas e materiais de pontos de venda, além de personalizar celulares e laptops. Também permite criar transfers para vestuários de eventos e de datas comemorativas, roupas para o dia a dia e uniformes corporativos. O retorno do investimento é de apenas três meses, considerando apenas duas a três horas de trabalho diárias.

A impressora usa a premiada tinta ecológica ECO-SOL MAX e possibilita a impressão em até 48 cm de largura. Com um pacote completo de soluções, o equipamento recorta vinil usando uma enorme variedade de fontes e formatos e diferencia-se ainda pelo excelente acabamento que proporciona.