• Artigo: Oportunidades para inkjet em embalagens e rótulos
09
Aug
2017

Artigo: Oportunidades para inkjet em embalagens e rótulos

O relatório Futuro da Impressão Inkjet Global para 2021 colocou o mercado de 2016 para impressão inkjet e embalagens impressas com um valor de $61,9 bilhões, o equivalente a 526 bilhões de impressões A4. O consumo de tinta inkjet será de 89299 toneladas, com usuários finais pagando cerca de US$ 9,9 bilhões.

Impressores e convertedores vão gastar cerca de $3,3 bilhões em novas impressoras e equipamentos inkjet. Prospecções para crescimento em todos os setores são muito positivas com o volume inkjet prevendo crescer em uma média CAGR (taxa composta de crescimento anual) de 12,7% em 2016-21 por todo o mundo, e 8,7% em termos de valor, de acordo com o estudo.

Todas as regiões estão implementando a tecnologia, pois oferece benefícios econômicos sobre as alternativas analógicas e digitais atuais de impressão, e abre portas para novas aplicações. Este rápido crescimento está encorajando fornecedores a investir grandes somas para trazer novas tecnologias ao mercado, e essa corrida está garantindo que o inkjet siga melhorando em confiabilidade, qualidade e produtividade. Estes desenvolvimentos estão significativamente impulsionando a posição de custo do inkjet, o que está atraindo investimento de impressores e produtores de embalagens.

Mercado label

A maioria das impressões inkjet de rótulos está em impressoras banda estreita, imprimindo rótulos prime auto-adesivos de alta qualidade. A aceitação dos sistemas inkjet UV cresceu em 2014 e 2015, na medida em que houve melhora na confiabilidade e qualidade, com maior produtividade do que os sistemas concorrentes com base em toner.

No inkjet, há uma quantidade significativa de impressão e corte de grande formato, e há alguma parte também de prova e protótipo. Há sobreimpressão por jato de tinta e electrografia. Além disso, há uma pequena produção impressa em sistemas de toner laser de baixo custo.

O inkjet em grande formato é usado para imprimir rótulos muito grandes que não se encaixam em impressoras de banda estreita, ou para imprimir tintas metálicas ou fluorescentes. Embora não seja uma solução com produtividade muito alta, uma impressora de grande formato de baixo custo pode fornecer grande flexibilidade para entregar pequenas quantidades muito rapidamente.

As máquinas de impressão e corte, principalmente de Roland e Mimaki, possuem uma grande variedade de tintas, incluindo tintas metálicas e brancas, que podem produzir efeitos interessantes. Estas funcionam muito bem com a maioria das etiquetas e são populares na produção de pequenas quantidades de rótulos individuais. Muitos impressores comerciais estão as usando desta forma ao lado de especialistas em conversão de rótulos.

Impressoras inkjet de banda estreita de alto desempenho estão se tornando cada vez mais adotadas por convertedores de rótulos. Algumas são linhas híbridas, com unidades de impressão flexo e equipamento de acabamento. O preço médio da impressão de rótulo está caindo, assim como os sistemas de desempenho usados, e os volumes crescem, com aumento da competição. Há também uma crescente tendência de impressão híbrida, onde o valor é compartilhado com impressão flexo e serigráfica, forma em que os convertedores buscam para agregar valor.

Oportunidades em embalagem

Enquanto isso o inkjet tem sido usado na preparação de protótipos e provas para embalagem, mas tem sido lento para decolar em produção. Há uma tração real em 2016, assim como mais máquinas de alto desempenho vieram ao mercado. Em corrugado há muito uso de inkjet mesa plana e grande formato. Agora há máquinas de alto desempenho usadas para imprimir liner e postprint em volumes maiores.

O inkjet está crescendo em cartão, com flexíveis e máquinas de mesa plana - inicialmente em foils de blister e tampas. Há muitos sistemas direto na embalagem mostrando-se promissores em embalagens de vidro, plásticos rígidos, tubos e metais.

Espera-se que o crescimento para inkjet em embalagem seja rápido: o setor é visto por muitos fornecedores de tintas e equipamentos como uma enorme oportunidade, e há muitos desenvolvimentos para capturar uma parte deste mercado.

Previsão

Há uma gama de desenvolvimentos adicionais para melhorar rótulos e embalagens; mas uma mudança significativa irá engajar novas oportunidades, nas quais as marcas estão usando a embalagem em novas formas de interagir com seus clientes e conquistar aprovação.

As campanhas da Coca-Cola “Compartilhe uma Coca com…” destacaram o que a impressão digital pode fazer por uma marca maior, e novas funções “inteligentes” estão sendo introduzidas. Multi Packaging Solutions está desenvolvendo novos produtos. A Tecnologia 3T Touch Transfer permite que a embalagem possa interagir com smartphones e dispositivos. Outras aplicações veem tags e eletrônicos impressos sendo incorporados na embalagem.

No período até 2026 previsto no relatório do Smithers Pira, rótulos farão mais do que fornecer informações e promover um produto. Há um crescimento de funções inteligentes, quando o rótulo tem uma função eletrônica que facilite a logística e simplifique as cadeias de fornecimento.

Esses rótulos podem incorporar tecnologia RFID e NFC para comunicar com o usuário final, pra provar que o produto é genuíno; ou há indicadores que comprovem quem um produto está fresco e não foi danificado pelo processo de distribuição.

FESPA Staff

Fonte: FESPA.com