• Artigo FESPA: Quais as novidades em impressão direta no tecido?
12
Sep
2017

Artigo FESPA: Quais as novidades em impressão direta no tecido?

Sophie Matthews-Paul explica qual tecnologia está disponível para impressão direta no tecido (também conhecida como DtG - Direct to Garment) e como ela pode ser usada para este crescente mercado.

A impressão direta no tecido, ou DtG, é uma das palavras-chaves que estamos começando a ouvir com maior e maior frequência nos círculos de grande formato. Ela basicamente significa usar uma impressora digital para imprimir diretamente em roupas e acessórios, e o processo está mudando muitas cabeças.

Para impressores e designers empreendedores buscando oferecer novos serviços, DtG é um descomplicador porque é ideal para baixas tiragens. DtG torna o design e impressão de tecido algo simples, acessível e barato, especialmente comparado com a tradicional impressão serigráfica. Coloque um sistema de impressão DtG atrás de uma plataforma web to print, apoiando customização online e processamento de pedidos, e você terá todos os ingredientes para um novo e excitante modelo de negócios.

A impressão DtG usando tecnologia inkjet é atrativa porque o processo de criar um vestuário impresso a partir do zero usando tecnologias tradicionais pode ser longo e complicado. As novas impressoras são fáceis de usar, acessíveis e imprimem excelentes qualidades de imagem em uma variedade de acessórios e camisetas de pequeno e médio formato rapidamente.

Aplicações sensacionais

Diferentes tecidos terão diferentes características, fazendo deles adaptáveis por diferentes tipos de design e o resultado impresso deve suportar a lavagem. As tintas devem manter as fibras e não perder suas cores rapidamente, apesar do tempo ou o quão frequentemente elas são lavadas. E, é claro, o tecido deve parecer natural e não causar irritação em seu usuário.

As tecnologias de impressão inkjet estão disponíveis em muitos tipos e podem ser configuradas para imprimir em fibras naturais, poliésteres e misturas, sem comprometer a sensação do resultado final.

A redução em passos de produção, na comparação com os processos tradicionais, e as opções de tecnologia, também significam que o custo de produção pode cair. Isto torna possível a qualquer um imprimir seus próprios vestuários - relativamente com pouco conhecimento - e apoia os modelos de negócios que oferece um alto lucro por vestuário.

Em conjunto com confiabilidade e produtividade, o custo é um dos principais condutores no momento de escolher a tecnologia de produção ideal para o seu projeto de grande formato. Mas o custo pode ser subjetivo e é sempre relativo. Por exemplo, se você está imprimindo mais de algumas centenas de camisetas, todas iguais, você estará provavelmente melhor com a impressão serigráfica tradicional.

Se você quiser que cada camiseta seja diferente e você quer que elas sejam impressas em um processo fotográfico de quatro cores, a impressora digital DtG de mesa é realmente sua única opção lucrativa. Isto é especialmente verdade se você tiver um design meio tom de várias camadas e você não esta usando tintas especiais como as metálicas.

A natureza de grande valor das peças sob medida é também algo a considerar em seu planejamento de projeto DtG. Esta é uma das razões pelas quais a impressão digital DtG está decolando rapidamente.

Combina com você, senhor!

Comparado com a impressão convencional de vestuário, DtG tem uma cadeia de fornecimento menor e tem uma troca de produção de trabalhos muito mais rápida. Diferente da impressão serigráfica, a qual necessita de uma preparação de uma tela por cor, a impressão digital inkjet te permite imprimir uma imagem multicolorida direta no vestuário em apenas alguns minutos. Além disso, com uma linha de produção DtG, o gerenciamento digital de cor grarante que as cores que o designer pretendia são as cores que o sistema de impressão vai entregar.

O sistema de impressão DtG pode explorar as modernas tecnologias de workflow de pré-impressão, sofisticadas e bem difundidas, que são usadas na impressão comercial e editorial. Estes workflows podem lidar com uma vasta gama de opções de produção, e embora as tecnologias de gerenciamento de workflow são relativamente novas para a produção DtG, os princípios básicos da produção e gerenciamento de cor ainda podem ser aplicados.

Os sistema de impressão digital DtG estão disponíveis para lidar com todo o pré e pós-tratamento para produzir camisetas, roupas esportivas e outros itens de roupa e acessórios, assim como roupa de bebê, chapéus, bolsas, guardanapos e tolhas - tudo sob demanda. Fabricantes grandes e pequenos estão entrando no mundo DtG, mas o maior é a Epson, a qual está envolvida neste campo por muitos anos e está rapidamente se tornando o nome mais conhecido no campo DtG.

A SureColor SC-F2000, por exemplo, é uma impressora digital DtG que a Epson projetou especificamente para imprimir diretamente em vestuário. Outros dispositivos disponíveis incluem a Anajet, a qual é distribuída pela Ricoh. Esta impressora necessita de pré e pós-tratamento, usando calor para curar as tintas de pigmento base água. Kornit é outra opção, com plataformas projetadas para DtG sob demanda, assim como produção em massa.

Planejando seu movimento

O Workflow é o que faz ou quebra praticamente qualquer projeto, então tenha certeza que você pensa as coisas de antemão. Quando você criar seu design, considere a aplicação que você usará para fazê-la. Idealmente, você quer algo que suporte diferentes formatos de produção, então você pode otimizar seus arquivos por diferentes sistemas de impressão.

Você precisa, ao menos, ser capaz de rasterizar arquivos como JPEGs e TIFFs. Considere o tamanho de saída da sua peça de vestuário e tenha certeza que o sistema de impressão pode suportá-lo. Busque por um sistema que o software do layout do sistema possa posicionar seu arquivo do modo que você quer. Seu design pode precisar ser dimensionado ou ajustado.

Garanta também que a ferramenta de layout pode ajustar as cores conforme for necessário e controlar a quantidade de tinta que será depositada. Além das preocupações sobre qualidade, como o preenchimento em seu projeto, usar mais tinta do que você precisa pode significar gastar mais do que você deveria.

Os materiais que você está imprimindo também devem ser classificados como resistentes a manchas e fricção, idealmente com uma classificação de AATCC que tem um método de padronização internacional para testar fibras e tecidos. Estes testes medem uma gama de critérios de desempenho como aparência visual, solidez da cor, resistência à água e mudança dimensional. ISO 105-E01 é outro teste padrão para solidez de cor na água.

As lojas DtG estão começando a aparecer nas ruas e online. Mad-in-Berlin, por exemplo, tem duas lojas na cidade imprimindo digitalmente souvenires e camisetas sob demanda, e tem uma saudável ferramenta online também.

Produtos básicos como uma mochila podem ser customizados com seu nome e imagens, ou você pode criar seus próprios produtos a partir de genéricos no website ou em uma das lojas Mad-in-Berlin. Talvez você queira jaquetas de alta visibilidade com seu logo e endereço web? Ou capas de chuva com o mapa de onde você quer fazer caminhadas? Talvez você queira ainda vender capas impressas com mapas locais de uma aldeia no campo?

A criação de itens de alto valor é o que é o DtG, uma maneira perfeita de dar vida a ideias que aproveitem a produção personalizada, customizada e localizada.

Da mesma forma que as tecnologias de impressão digital estão aumentando em relação à impressão convencional, o mesmo está começando a acontecer com a impressão de peças de vestuário. É muito cedo para dizer quando a impressão DtG irá se tornar uma indústria totalmente digital. Mas se você está interessado em peças de vestuário em baixas tiragens, prototipagem e customização, as possibilidades disponíveis para você estão ficando bem interessantes.

Fonte: FESPA.com